31/05/2018

Caso dos Laticínios

Este caso demonstra o sucesso na obtenção de economias superiores a R$ 750 mil nos custos logísticos e de produção.  Através da melhoria da qualidade, as perdas de produtos foram reduzidas pela racionalização da unitização dos produtos.

Como o mercado de produtos lácteos está sujeito à comoditização constante, tornando os produtos cada vez mais parecidos com os produtos dos competidores, a concorrência fica mais acirrada. Aos esforços de diferenciação de produtos deve-se adicionar uma estratégia de liderança em custos amparados por métodos eficazes de melhoria. melhorar rapidamente a qualidade, organizar a planta, melhorar a produtividade e reduzir leadtimes das operações com o Sistema de Fluxo e Grupos de Melhoria.

 

 

Resultados

  • Redução das perdas por obsolescência em R$ 487 mil/ano;
  • Redução de custos operacionais pela reestruturação da estrutura da supply chain em R$ 240 mil/ano;
  • Economia de R$ 64,2 mil em paletes;
  • A redução de custos para sair de um prejuízo de R$ 3 milhões/mês para um lucro de R$ 600 mil/mês;
  • Elevação do nível de qualidade e redução de custos através de melhorias nos processos de unitização, embalagem e transporte;
  • Aumento de dinheiro em caixa de mais de R$ 3,8 milhões;
  • A economia total de custos foi de R$ 791 mil neste ano.

É uma tendência acreditar que não se podem achar grandes ganhos nos processos internos da empresa, principalmente onde há produção contínua por processos, como é o caso da fabricação de laticínios. Há uma suposta dificuldade em aumentar a lucratividade em processos altamente mecanizados, como era o caso.

Localizada na Região Sul, a empresa possui uma planta dedicada à produção de derivados de leite, tais como leite UHT, bebidas lácteas e iogurtes.

 

Método e Resultados 

Com um faturamento caindo, que antes era de R$ 480 milhões/ano e se reduziu a R$ 410 milhões, processa 750 mil litros /dia, a empresa tinha um EBITDA negativo de R$ 3 milhões.

A preocupação inicial da empresa era com os custos de transporte de 2,5 milhões/mês. As perdas chegavam 4,8 % do peso processado, das quais a perda de estoques atingia a marca de R$ 877 mil. A obsolescência devido ao baixo giro de estoques e as devoluções – principalmente por causa dos danos nas embalagens – eram os maiores problemas.

Usando o Mapeamento de Fluxo Simplificado®, a equipe da Prolean revisou os processos logísticos e de produção identificando as causas dos desperdícios e as oportunidades de agregação de valor ao cliente.

 

Figura 1 – Mapeamento de Fluxo de Valor Simplificado –menor tempo na identificação de oportunidades e resultados mais rápidos.

Mapa de Fluxo de Valor Simplificado

A empresa precisava que resultados financeiros fossem obtidos rapidamente para sair da situação em que se encontrava.  O método de intervenção escolhido, Melhorias Iminentes®, possibilitou a obtenção de resultados num período muito curto. Em uma semana tinha propiciado R$ 60 mil de Resultados Iminentes®. O encaixe foi de R$ 3,8 milhões, somente considerando-se a linha de produtos UHT, aliviando o aperto de capital de giro. Ainda, como resultado do trabalho, o lead time foi reduzido e o giro de estoque foi aumentado para atingir ganhos de qualidade (produtos mais frescos) e redução de obsolescência.

Os resultados obtidos deram fôlego financeiro para que a empresa continue melhorando seu desempenho operacional e financeiro, utilizando-se destes mesmos métodos.

Abordagens que se adaptam a processos específicos e a situações concretas, como aconteceu neste caso dos laticínios, são mais eficazes [http://www.prolean.com.br/consultoria]

 Para que os resultados sejam expressivos, as ferramentas de melhoria tem que ser adaptados aos processos. Não o contrário.

 

Saiba mais…